Oitavas

Muitos têm a curiosidade de saber como funcionam as oitavas. Tem quem faz uma explicação mirabolante enrolando e enrolando sobre o assunto, mas tem um jeito simples de explicar.
cavaco,cavaquinho,nota,notas,acorde,acordes,solos,partitura,teoria,cifra,cifras,montagem,banjo,dicas,dica,pagode,nandinho,antero,cavacobandolim,bandolim,campoharmonico

Desde crianças, aprendemos na escolinha que são 7 notas musicais: DÓ, RÉ, MI, FÁ, SOL, LA, SI.

Certo?
Então, acabando isso, elas se repetirão: DÓ, RÉ, MI, FÁ, SOL, LA, SI, , RÉ, MI, FÁ, SOL, LA, SI...

TCHARAN!!! OU SEJA!!!
Da primeira nota até a próxima nota , foram 8 notas.
Da primeira nota até a próxima nota , foram 8 notas.
Da primeira nota MI até a próxima nota MI, foram 8 notas e assim por diante.

Daí vem à expressão OITAVA.

Com certeza você já ouviu alguém dizer "está uma oitava acima" ou "está uma oitava abaixo". Isso significa que a nota uma oitavada acima é a mesma que você está fazendo, porém ela é aguda, ou uma oitavada abaixo, quer dizer que é a mesma nota, porém mais grave.

O cavaquinho, por exemplo, tem 3(três) oitavas partindo do ré (a nota mais grave dele).
Essas notas ré com alturas diferentes estão:
A corda 4 solta (GRAVE);
A corda 1 solta, corda 2 casa 3, corda 3 casa 7 e corda 4 casa 12 (MÉDIO);
Casa 12 da corda 1 também tem outro ré (AGUDO).


Essas são as 3 oitavas do cavaquinho, as três notas são notas ré, porém uma mais aguda ou mais graves dependendo do ponto de partida.