Montagem de acordes Tétrades

Uma grande dúvida que eu vi nos comentários do blog esses dias é em relação a montagem dos acordes tétrades a respeito da substituição das notas.
Vou pegar como exemplo o C7 (Dó com sétima).
Um acorde para ser C7 (Dó com sétima) tem as seguintes notas: C(dó), E(Mi), G(Sol), Bb(Si bemol). Mas no caso do cavaquinho por ser um instrumento limitado, acaba se fazendo necessária a substituição de uma das notas (dependendo do desenho que se monte no cavaco). A ordem que vai tirar a nota ou não do C (dó) não “tem regra” no cavaco. Apenas tem que observar em que lugar a nota Bb está, de preferência o mais perto possível do desenho que você queira utilizar do C (Dó) para montar o C7 (Dó com sétima). Veja alguns exemplos de C7 (Dó com sétima) com as 4 notas e com notas a menos.


cavaco,cavaquinho,nota,notas,acorde,acordes,solos,partitura,teoria,cifra,cifras,montagem,banjo,dicas,dica,pagode,nandinho,antero,cavacobandolim,bandolim


Nos exemplos 2, 3 e 5 estão as 4 notas do C7 (Dó com sétima), nos demais foi necessária a substituição de uma das notas principais da tríade de C (Dó).
Agora se o assunto for um C7/9 (Dó com sétima e nona), no mínimo tem que ter a 7ª (Bb) e a 9ª (D) notas do acorde. Agora se você vai tirar o E ou o G do acorde fica a critério do desenho escolhido para a montagem do C7/9. As vezes é preciso substituir a própria tônica do acorde (Isso no cavaquinho), pois no violão é obrigatório no mínimo ter o baixo do acorde, no caso a nota dó mais grave.

Para saber mais sobre tétrades clique aqui.

Espero ter tirado as dúvidas.

Bom estudo!